Pular para o conteúdo principal

ANTI-OXIDANTES - FIQUE POR DENTRO

 

Antioxidantes são conhecidos por neutralizar a ação dos radicais livres. Os radicais livres são moléculas que tem número ímpar na sua orbita externa, tornando-os quimicamente instáveis. Em busca da sua estabilidade, eles necessitam doar ou receber elétrons, prejudicando as células, proteínas e DNA (material genético). São, em verdade, moléculas agressivas de oxigênio, que oxidam e danificam os tecidos. Sua ação produz numerosos sintomas, que variam do enrugamento da pele a determinados tipos de câncer.

Antioxidantes são encontrados na natureza em compostos particularmente ricos em hidrogênio e excesso de elétrons. Estes compostos ricos em hidrogênio e elétrons são usualmente visíveis a olho nu, notadamente nos pigmentos que dão cor aos legumes e vegetais.

A pigmentação das plantas pode ser o modo mais fácil para descobrir e encontrar o real valor antioxidante dos alimentos. Super alimentos que variam do
cacau ao açaí, ao goji (fruto de uma planta dos montes do Himalaia), à espirulina (tipo de alga), e ao fitoplâncton marinho, todos eles são extraordinariamente ricos em conteúdo de antioxidantes.

Antioxidantes podem ser solúveis em água ou gordura. Todas as gorduras cruas e puras, bem como os óleos, são antioxidantes, uma vez que contêm elétrons em excesso. Ou seja, não apenas os alimentos naturais coloridos estão carregados com antioxidantes, mas, também, os alimentos crus como as azeitonas, abacates, nozes, e sementes.

Estudos demonstram que consumir alimentos ricos em antioxidantes está associado a baixa incidência de doenças crônico-degenerativas, como alguns tipos de câncer (pulmão, mama, próstata), doenças cardiovasculares, dentre outras, devido à propriedade dos antioxidantes de extinguir e desativar os radicais livres.

Alguns antioxidantes têm propriedades medicinais que vão além da neutralização dos radicais livres. Os antioxidantes da xantona (C13H8O2), encontrada na casca do mangostão, têm aplicação no tratamento da artrite e reumatismo, e os antioxidantes provenientes das algas verde-azúis contribuem para a produção natural de células tronco.

Vitaminas A, C, e E são considerados antioxidantes. Vitamina A é um metabolito de beta-caroteno, um pigmento vermelho encontrado nas plantas (cenouras, goji, etc.).

Vitamina C é um antioxidante famoso, muito pesquisado, que está em vários alimentos naturais. O conhecimento sobre a vitamina E sofreu uma revisão significativa recentemente, e seu valor antioxidante está vinculado a sua qualidade e tipo (tocotrienol ou tocoferol). Tocotrienol tem mais antioxidante que tocoferol.

Minerais atômicos, como zinco e selênio, são considerados antioxidantes, mas sua ação depende do uso de enzimas antioxidantes para ser efetiva.

O único átomo que age individualmente como um antioxidante é o hidrogênio, que neutraliza os radicais livres imediata e completamente, deixando como subproduto apenas água.

A medida ou escore ORAC (Oxigen Radical Absorbance Capacity) é um padrão científico que atribui o valor antioxidante para alimentos e substâncias. Quanto mais alto o número ORAC, maior o poder antioxidante da substância. O índice ORAC aumenta na medida em que diminui as dimensões dos grãos das substâncias, vez que o aumento da relação superfície/volume deixa os antioxidantes mais disponíveis. Rudolf Steiner provou que desidratando e polvilhando uma substância você aumenta seu poder antioxidante.

Quando olhamos o índice ORAC dos alimentos nós avaliamos o seu poder antioxidante. Dos principais alimentos do planeta,
cacau (chocolate natural cru) entrega o maior índice de antioxidantes. Cacau é a comida mais rica em antioxidantes no mundo! Veja o gráfico comparativo abaixo:



Fonte: U.S Department of Agriculture e The Journal of the American Chemical Society


Em 2007, cientistas de um dos mais importantes centros de pesquisa em antioxidantes do mundo, situado em Hort na Nova Zelândia, publicaram que não apenas o índice ORAC do alimento é importante, mas também a forma como estes antioxidantes são absorvidos, das comidas, para a corrente sanguínea. Eles relataram evidências de que o consumo de cacau natural pode triplicar a absorção de antioxidantes no sangue.

Naturalistas e pessoas que comem muitos alimentos naturais não cozidos apresentam constantemente uma contagem mais alta de antioxidantes no sangue que o resto da população. É uma evidência que reforça o poder antioxidante das frutas e legumes pigmentados, bem como das gorduras cruas e óleos (nozes, sementes, azeite de oliva, etc) todos antioxidantes poderosos.

Pesquisas científicas como as realizadas no Centro de Pesquisa de Hort, têm o poder de validar o saudável hábito de adicionar super alimentos como
cacau, goji, açaí, e outros, em bebidas e lanches do dia a dia, criando um efeito sinergético que aumenta a absorção de antioxidantes.

Fonte: Understanding Antioxidants. David Wolfe. (http://www.sunfood.com/MyPages/understanding-antioxidants.aspx). Acesso em 12.05.2009

Postagens mais visitadas deste blog

DIETA DA GOJI BERRY EMAGRECE ATÉ 2 KILOS POR SEMANA : O NOVO SUPERALIMENTO DA MODA

Goji berry ajuda a queimar calorias / Foto: Shutterstock

Dieta da goji berry emagrece até 2 kg por semana
publicado em 30 de de agosto 2012 por Helena Dias Por Naiara Albuquerque
A goji berry ainda é uma novidade em terras tupiniquins, mas há milhares de anos a fruta é cultivada e adorada pelos orientais. Os chineses, por exemplo, gostam tanto dela que  organizam festivais anuais e até ergueram uma estátua em homenagem ao cultivo das árvores dagoji berry. O produto, originário da região sul da Ásia – China, Tibete e Índia –, começa a ganhar adeptos por aqui de olho nos componentes naturais que ajudam a queimar a gordura acumulada nas regiões dabarriga, da coxa, do bumbum e dos culotes, evitam o envelhecimento precoce da pele e ainda aumentam a imunidade. Com uma lista de propriedades enorme, ela se destaca pela alta concentração de vitaminas: cada 100 gramas, ou 1 xícara (chá), de goji seca contém 2.500 miligramas de vitamina C, uma quantidade 50 vezes maior que uma laranja. Para comprovar o…

MACA PERUANA E FERTILIDADE

Maca Peruana para melhorar a fertilidade?
Você já ouviu falar em Maca Peruana? Não! Pois bem, a Maca peruana é uma planta originária dos Andes, que parece um rabanete e cresce no alto das cordilheiras. Acredita-se que esta planta, cujas plantações sobrevivem em ambiente inóspito por cerca de 500 anos, tem uma boa ação como fortificante, revitalizante e aumenta a fertilidade das pessoas que a consome. Infelizmente ainda são poucos os estudos científicos comprovando os efeitos benéficos da Maca, entre eles estaria também o seu efeito como hipoglicemiante, tendo em vista que trata-se de uma planta rica em fibras. Segundo o endocrinologista Gustavo Gonzales, que tem a maioria dos artigos publicados sobre a maca, afirma que a planta tem realmente um bom potencial como afrodisíaco, mas que vai além, aumentando a contagem de espermatozoides nos machos e diminui a mortalidade dos embriões em fêmeas, ou seja, aumenta a FERTILIDADE. A maca é muito indicada para as pessoas que sofrem com a falta de…

AS MÚLTIPLAS FUNÇÕES DA MACA

Recém- chegada no Brasil, a Maca é o nutritivo superalimento dos Andes
e já está disponível na Mundo Verde
O elevado valor nutricional faz da Maca Peruana um poderoso superalimento, com alto teor de carboidratos, fibras, proteínas, lipídeos (ácido linolênico, ácido palmítico e ácido oleico), minerais, como cálcio, magnésio, fósforo, potássio, zinco, selênio e ferro, e vitaminas B1, B2, C e E. O tubérculo com formato semelhante ao do rabanete é um dos alimentos mais nutritivos que existem. “Os diversos nutrientes do Ginseng do Andes, como também é conhecido este superfood, atuam na prevenção e tratamento de algumas doenças”, afirma Thais Souza, nutricionista da rede Mundo Verde. A maca é nativa do local com menos quantidade de vegetação e mais alto da Cordilheira dos Andes, extraída de uma altitude superior a 4 km, onde as temperaturas são extremas – com calor intenso pela manhã a noites frias com geadas e ventanias, e o oxigênio é escasso. Auxilia na prevenção e tratamento de doenças card…